VÍDEO: Tchoi Moi no Lollapalooza 2015!

Olá, pessoal!

Aconteceu mais uma vez aqui em São Paulo o famoso festival de música Lollapalooza, e pelo segundo ano consecutivo nós encaramos os dois dias exaustivos e gravamos tuuuuudo para vocês! De cabo a rabo, desde as atrações que assistimos, ao que rolava pelo festival além de shows. Tá tudo registrado aí, então se você foi, vem relembrar, e se não foi, vem curtir sem cansar o pé.

DÁ O PLAY, MACACO!

 

Bom, vamos lá. Primeiro os elogios: se no ano passado o que reinava era a desorganização e uma logística pessimamente aplicada, este ano a coisa mudou muito de figura. Não foi um sacrifício sair de uma arena para a outra, e tinha muita barraca de comida, food truck e ambulante (hiper inflacionado), espalhado pelo festival. Passar fome e sede por falta de lugar pra comer e beber você jamais passaria!

Os shows começaram e terminaram na hora certa ou beeeeem próximos dela, mas isso foi igual no ano passado, então se fosse diferente só seria meio decepcionante. O que, aliás, foi decepcionante mesmo, foram os shows cancelados no Lolla. Quando chegamos no sábado, Kodaline e Marina and the Diamonds ainda estavam no line-up, e bateu uma tristeza de saber que não ia rolar e deixar um montão de fãs chateados. Além disso, apesar de ter muita coisa boa pra comer e beber, criar uma moeda própria (os famosos mangos) super inflacionada foi de ferrar qualquer um. 1 Mango = R$2,50. Aí você queria comer um lanche de 8 mangos e um refri de 3 mangos e acabava gastando quase trinta contos. Em um lanche. E um refri. Quer dizer.

As atrações, apesar de não ter nada de PQPEUVOUMORRERSENÃOFORNESSESHOW, foram ótimas. Rolou muita banda que a gente não vai ver por aqui tão cedo, como Alt-J, St. Vincent, Childish Gambino, acho até que Skrillex e Calvin Harris, Jack White, Pharrel Williams se encaixam nisso. No final o dinheiro, que foi bastante, pagou pelo que provavelmente será inédito na nossa vida.  E talvez por isso que o número de pessoas que foram este ano tenha sido tão grande. No sábado, estava razoável, bem padrão Lollapalooza. No domingo, estava um absurdo. Uma maré de pessoas no show do Foster, outra maré para assistir Calvin Harris, e depois ela dividida entre uma maré para Pharrel, e uma maré, mal educada, invadindo o show do Childish Gambino sem se importar com os fãs que estavam lá porque realmente queriam ver o cara, empurrando e querendo se enfiar na frente pra pegar lugar para o Steve Aoki.

IMG_0011 IMG_0200

 

Mesmo com a dúvida de “Foi bom? Foi ruim?”, nós curtimos sim. Sempre vai ter pesares, mas apesar deles, nós aproveitamos muito e quem sabe até repetiremos em 2016.

Pra encerrar, vai nosso top top de shows favoritos!

 

FERNANDA

Em vez de numerar, resolvi fazer minha listinha de favoritos definindo cada show pela característica que mais me marcou. Aí vai:

SHOW QUE ME FEZ IR PRO FESTIVAL E ME SURPREENDEU:
Childish Gambino! Não sei cantar as músicas sem ler a letra rs, mas eu adoro o Donald Glover, sou fã de TROY AND ABED IN THE MOOORNING, do seriado Community, e queria muito vê-lo no palco. No final foi o show que me tirou do chão em todas as músicas e me fez ficar muito feliz por não estar cheio, porque foi a única vez que consegui ficar perto e ver o cantor sem precisar olhar no telão. <3

 

SHOW QUE ME FEZ ENCONTRAR MEU SPIRIT ANIMAL:
St Vincent! Sério, que mulher é essa? Extremamente performática, talentosa, ousada, divertida, simpática e estilosa, se eu pudesse vê-la 24hs no palco eu veria. Ela é incrível!

 

SHOW QUE ME FEZ SENTIR UMA FÃZOCA:
Bastille! Amei o gingado e a voz impecável de Dan Smith. Ainda que não tenham deixado ele ir pro meio da galera, o cara se esforçou pra ficar bem próximo da gente. Interagia com o público o tempo inteiro e foi um fofo. Amei e já quero mais!

 

RAFAEL

 

3- BASTILLE
O cara canta muito bem, tem uma presença de palco invejável e se jogou na galera. Entreteram muito bem e fizeram todo mundo pular com seus maiores hits!

 

2- ST. VINCENT
Eu conhecia ela por nome e fui lá ver. E, olha, teria me arrependido horrores se não tivesse ido. Além de uma ótima cantora e guitarrista, ela transforma o show dela numa performance artística completa. Toda conceitual, pulou na galera e teve uma epifania no meio do palco. Louquissima!

 

1- FOSTER THE PEOPLE
Não coloco eles em primeiro só por ser os que eu mais conhecia, mas por mandarem bem do começo ao fim. O vocalista deixou todo mundo muito animado, a galera cantava em coro e ficou aquele clima ótimo no ar. Só de lembrar já dá saudades!

 

Bom, é isso pessoal! Espero que tenham curtido o vídeo e o post, fizemos tudo com muito carinho e dedicação para ficar o mais legal e informativo possível para vocês! Um beijo também a todos os amigos lindos que encontramos por lá e nos vemos no próximo Lollapalooza! BEIJASSOS!

Comentários do Facebook

comments

One comment

  1. DAT OUTFIT: Sábado de Lollapalooza! | Tchoi Moi

    […] sobre o Lollapalooza 2015, que foi ótimo, como você pôde conferir no nosso vídeo onde mostramos tudo o que rolou de bom por […]

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *