Você tem lido o suficiente?

Quantos livros você leu em 2014? 30, 20, 10, 5… 3, 2, 1? ZERO? Eita nós. Tenho que confessar: eu não li nenhum mesmo. Mas nem unzinho pra contar história. Eu comprei vários livros durante o ano, que folheei na livraria e achei o máximo, mas não fui capaz de pegar firme em nenhuma leitura e estão todos lá, parados na estante de casa. Eu sei o quanto é vergonhoso. E se você leu o mesmo tanto que eu, ou simplesmente um número baixo o bastante para se contar nos dedos de uma mão só, você também deveria saber.

Em janeiro eu me dei conta do quão pouco eu tenho lido e o quanto eu gostaria que isso mudasse. Para me auto-ajudar nisso, criei uma conta no Goodreads, onde você traça seus gostos e encontra mil opções de livros para serem suas próximas leituras, onde você conta os que já leu, e ainda pode estabelecer um número de quantos pretende ler no ano de 2015, fazendo disso sua meta pessoal. Achei incrível e já estou aqui com alguns livros para começar a ler pra ontem!

Mas se você ainda não está completamente convencido do quão importante é ler para sua vida, fiz uma listinha aqui para te ajudar. Primeiro os óbvios:

  • Ler ajuda – e muito! – no seu vocabulário. Você vai conhecer e lembrar de palavras e expressões diferentes e extremamente úteis para seu dia-a-dia e quando for escrever;
  • Você consegue maneirar nos vícios linguísticos ao ler obras de autores diferentes;
  • Sua criatividade vai aumentar bastante! Mesmo que você não seja ~das artes~, isso vai te ajudar a encarar as coisas na vida pessoal, profissional e social de uma maneira mais aberta e diferente.

Até os motivos mais sérios e importantes mesmo que talvez você nem saiba:

  • Diminui em cerca de 30% o risco de desenvolver Alzheimer. Ler mantém o cérebro trabalhando, e ajuda muito na memória, já que você vai ter que lembrar dos detalhes da história para entendê-la. Se você ler Tolkien, então… Vai ser tipo comer peixe todo dia! hahaha;
  • Ajuda a desestressar. Teve um dia chato no trabalho, brigou com os pais, o namoro tá meio conturbado? Nada importa pr’aquela história de suspense e serial killer, ou pr’aquela princesa que escreve um diário!;
  • Melhora bastante seu pensamento crítico. Quanto mais você ler, mais repertório terá, e mais poderá analisar e definir o que é uma boa história, um bom desenvolvimento de personagem, e o quão profundo ou raso o autor foi. É tipo ver filme, assistir série, sabe? Quanto mais assiste, mais sabe definir o que é bom e o que é ruim. A diferença é que não tem música de fundo e ator bonito pra te distrair;
  • CONCENTRAÇÃO! Yesss, aquela coisa que faltava nas aulas mais chatas ou depois do almoço no trabalho. Se você consegue parar tudo e se desligar das redes sociais para ler páginas de um livro (ou um ebook, vai!), parabéns, você consegue fazer todas as outras coisas!

Viu só como ler é super importante pra gente? Isso que nem falei o quanto te ajuda a socializar e melhorar as relações, porque você vai ter muito mais assunto legal pra conversar. Mas na real, acho que passar um tempo na livraria por si só já deveria ser tudo o que você precisa pra pegar firme em alguma história que achar por lá.

image

Então vambora, todo mundo comigo! Este ano estabeleci a meta de ler pelo menos um livro por mês, e se possível, vinte livros ao todo no ano. Minha primeira leitura será “Eu Sei O Que Vocês Fizeram no Verão Passado”, que encontrei na livraria hoje e resolvi colocar na frente na minha lista de livros a ler porque eu adoooro esse tipo de história.

E você? Quantos livros pretende ler? Que livros está lendo? Conta aí nos comentários!

Comentários do Facebook

comments

One comment

  1. Jonara Cordova

    Oi, Fernanda! Vi esse post lá no ORGblog e vim dar um conferis. Guria, eu já li muito mais do que agora e sinto falta desse hábito. Depois fiquei um tempão lendo pouquíssimo. To no quarto livro desse ano, acho que não é tão ruim, mas podia ser bem melhor. O brabo é encontrar tempo, mesmo. Na faculdade tenho que ler muita coisa, no trabalho também, então, pelo menos to sempre exercitando todos esses fatores que tu citou no post. 🙂

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *